Câmeras de Segurança: quais cuidados tomar antes da instalação?

setembro 2, 2016 11:29 am Publicado por

As câmeras de segurança se tornaram itens cada vez mais comuns nos ambientes de trabalho, aumentando a segurança tanto dos funcionários quanto do patrimônio da empresa. Mas, seu uso exige certa cautela e atenção para não gerar constrangimento e tornar a empresa vulnerável a processos jurídicos.

Quer descobrir quais são esses cuidados e como garantir que a instalação das câmeras de segurança será feita de forma correta? Então continue lendo este post!

Tenha a segurança como objetivo único

A instalação de câmeras de segurança no ambiente de trabalho é permitida, tanto no ambiente interno quanto externo, desde que elas sejam colocadas para garantir a segurança dos funcionários, das máquinas, dos equipamentos e de qualquer outro item do patrimônio da empresa. Por isso, mantenha em mente que a única e principal função desse equipamento é esta: garantir a segurança dos envolvidos.

Tome cuidado para não violar a privacidade dos funcionários

A legislação brasileira não conta com nada específico acerca da instalação de câmeras de segurança no local de trabalho. No entanto, em seu artigo 5º, a Constituição garante a todos os indivíduos, brasileiros ou estrangeiros residentes no país, o direito à liberdade e determina o caráter inviolável da intimidade, da vida privada, da honra e da imagem pessoal, o que deve ser levado em consideração na hora da instalação das câmeras.

Por isso, não é permitida a instalação de câmeras para vigiar o trabalho dos funcionários, pressioná-los psicologicamente ou constrangê-los de qualquer forma. Caso isso ocorra, o funcionário tem o direito de processar o empregador por danos morais e obter uma indenização decorrente dessa violação.

Estabeleça um regulamento interno

Com a instalação das câmeras é importante estabelecer um regulamento interno que descreva exatamente o porquê da instalação das câmeras: qual o objetivo das filmagens, quais são locais em que as câmeras foram colocadas, como é feita a gravação, etc. Dessa forma, fica mais difícil que as câmeras sejam utilizadas de forma indevida, e o empregador se respalda legalmente.

Divulgue para os funcionários a instalação das câmeras de segurança

Uma vez estabelecido o regulamento interno e determinadas as condições de instalação das câmeras de segurança, é fundamental divulgar esse fato aos funcionários para que eles estejam cientes e de acordo com as filmagens. Para isso, é importante enviar comunicados internos, anexar cartazes em murais, e até realizar reuniões para que todos os funcionários tomem conhecimento da instalação das câmeras.

Evite vigiar locais íntimos

Banheiros, lavatórios, vestiários e refeitórios são ambientes em que os funcionários estão mais expostos e se sentem à vontade para se expressar, e, como já dito, não é permitido violar essa privacidade.

Nesses ambientes, o quesito segurança se limita no máximo aos locais de fluxo de entrada e saída, e mesmo assim é importante ter argumentos que defendam a necessidade desse controle para a manutenção da segurança no ambiente de trabalho. Se não houver um motivo específico e contundente, não instale câmeras nesses locais.

Busque serviços profissionais

Como não existe uma lei específica sobre a instalação de câmeras de segurança, pode ser um pouco difícil decidir quais os locais em elas podem ser posicionadas, qual seria o número ideal de câmeras, se elas devem estar visíveis ou camufladas, se devem ficar ligadas o tempo todo, como o armazenamento das imagens deve ser feito, e diversas outras questões técnicas. Por isso, o ideal é contar com uma equipe profissional especializada e já familiarizada com o tema para evitar transtornos.

Agora que você sabe mais sobre o assunto, está interessado na instalação de câmeras de segurança na sua empresa? Confira nossos serviços e entre já em contato com a nossa equipe!