Custo Operacional: aprenda como reduzi-lo sem diminuir a segurança!

junho 7, 2016 4:01 pm Publicado por

Reduzir os custos operacionais é a chave do sucesso frente à concorrência. Imagine ter um produto mais caro porque seu processo produtivo é onerado por detalhes que podem ser melhorados e essa melhoria está na sua mão? É complicado!

Em meio a uma crise econômica, é fundamental pensar em formas de reduzir os custos operacionais sem abrir mão da segurança e qualidade do seu negócio. Cortar custos em áreas estratégicas é como romper uma artéria; por isso, é preciso cautela.

Comece estabelecendo metas

O passo inicial é saber o que acontece em sua empresa. Conheça, mapeie e estabeleça processos internos que funcionarão como um fluxograma de atividades. Cada um deles precisa ter seus custos identificados e assim será possível identificar possíveis falhas onde há gastos excessivos.

As metas também servem como ponto de comparação: Dependendo do resultado do primeiro ciclo de metas que você estabelecer, você saberá se foram amenas ou excessivamente arrojadas e vai poder entender continuamente sua realidade e definir metas mais sólidas.

Reduza os custos do dia a dia

Pode parecer economia de “palito”, como se chama popularmente, mas, na verdade, os gastos aparentemente pequenos do dia a dia contribuem em muito para o aumento do custo operacional. Experimente somar esses valores que parecem ser irrisórios e veja qual percentual sobre seu custo operacional essa fatia representa.

Conter os custos diários é a forma mais rápida de economia, e vai contribuir muito para o seu objetivo. Faça uma avaliação de todos eles e estabeleça metas de redução e formas de controle de gastos tais como:

  • descartáveis como papel toalha, copos de água e café;
  • impressões e cópias (consequentemente, cartuchos e toners para impressoras);
  • uso de telefone e internet além de pacotes e franquias contratados;
  • água e energia utilizadas sem economia.

Conheça seu estoque

É comum empresários confundirem um grande estoque com uma boa situação empresarial. Estoque grande é dinheiro parado!

Conheça seu ciclo de vendas, o tempo médio de estoque de cada produto e faça as compras de forma programada, para não gerar um grande volume de produtos que podem sofrer danos ou até perder a validade.

Negocie com seus fornecedores

Se você já analisou seu prazo médio de estoque e sabe do volume de compras que precisa fazer, busque negociar com seus fornecedores. Descontos e prazos melhores são ótimas contrapartidas que reduzem seu custo operacional.

É importante que o prazo de pagamento aos seus fornecedores seja menor que o prazo de recebimento de suas vendas, assim você não precisa recorrer a financiamentos bancários, cheque especial e outras fontes de recursos que vão exigir pagamento de juros e aumentar seus custos.

Faça treinamentos sobre segurança do trabalho

Um dos pontos básicos de segurança é fazer com que a equipe tenha consciência da necessidade de uso de EPI’s/EPC’s (equipamentos de proteção individuais e coletivos), além de permanecer uniformizada e identificada.

A organização nos processos e o cumprimento das normas são fundamentais para evitar acidentes de trabalho, que oneram em muito o custo operacional, além de expor a empresa a uma série de perigos. O aumento da segurança dos funcionários reflete diretamente em processos melhores e mais econômicos.

Percebeu como é importante estabelecer estratégias para reduzir os custos sem comprometer a qualidade de seu produto e a segurança de sua empresa? Comente conosco o que achou!