Investimento em Segurança no Trabalho: qual o papel da tecnologia?
segurança do trabalho é um assunto ser discutido: gestores e funcionários estão expostos a consequências desastrosas que pequenos descuidos podem trazer. É mais que recomendado que os gestores atuem com profissionais de segurança do trabalho e realizem investimento em segurança para que a rotina de seus funcionários se torne menos perigosa. Dentro dos padrões de segurança, uma empresa melhora a sua imagem entre seus clientes e aumenta o nível de satisfação de seus funcionários.

E a grande aliada nesse desafio é a tecnologia: com o seu auxílio é possível identificar problemas, otimizar rotinas e avaliar com maior grau de acerto todos os índices de qualidade internos. Quer saber mais sobre como a tecnologia contribui para uma rotina de trabalho mais segura? Siga com a gente:

Como a tecnologia impacta na segurança

Em ambientes de trabalho marcados por um alto índice de acidentes, é obrigatório para especialistas em segurança investirem em ferramentas que tornem o acompanhamento de estatísticas mais abrangente. Levantando dados precisos sobre acidentes, será possível identificar quais rotinas são menos seguras e investir em medidas mais efetivas de prevenção.

O acompanhamento de normas internas e o uso de materiais de segurança como os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e EPCs(Equipamentos de Proteção Coletiva) também passa a ser feito com mais qualidade. Sistemas digitais podem ser implementados para que a empresa consiga identificar quais profissionais atuam com os equipamentos certos, além de tornar a preparação para a troca desses materiais mais acertada.

A intranet, por exemplo, pode ser utilizada como meio de divulgação de normas e medidas de segurança. Por meio dela, técnicos em Segurança do Trabalho podem fazer chegar a todos os funcionários normas como medidas preventivas, regras de uso de EPIs e EPCs, além do conteúdo do PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais). Afinal, educar os colaboradores ainda é uma das formas mais eficientes de prevenir acidentes.

Como fazer um investimento em segurança: melhores ferramentas

Algumas ferramentas são bons investimentos, quando falamos em segurança. Dentre elas, destacamos algumas soluções em TI que afetam diretamente a rotina de uma empresa, reduzindo os riscos:

  • Intranet para a divulgação de documentação com normas de proteção, avisos e medidas que eventualmente forem implementadas.

  • Sistemas de gestão integrada (ERPs), para o acompanhamento de estatísticas de acidentes e índices de segurança.

  • Sistemas de monitoramento, para um acompanhamento mais eficiente do trabalho da equipe.

A partir do uso dessas tecnologias, estatísticas serão criadas e será possível identificar locais com alto índice de acidentes e criar políticas para reduzi-los. Acredite: medidas como essa afetam até mesmo a competitividade da empresa.

Por que tornar a cadeia operacional do seu negócio mais confiável

Alguns ambientes de trabalho são naturalmente mais perigosos que outros. Minas, setores da construção civil e de transporte de cargas, por exemplo, costumam figurar entre os campeões. Em setores como esses, o tema da segurança do trabalhador deve fazer parte do foco das rotinas de gestão, uma vez que elas estão diretamente ligadas à qualidade do serviço prestado.

Investir em tecnologia, como vimos, é investir em segurança. Ela tem um papel fundamental ao mapear os riscos, entregar números ao gestor e permitir que ele tome decisões baseadas nesses números. Além, claro, de otimizar diversos processos que têm como finalidade a segurança do colaborador e sua instrução para evitar riscos desnecessários.  Ela torna a gestão mais eficiente, aumenta a segurança, melhora a imagem da empresa e a torna mais competitiva.

Viu como investimentos em tecnologia afetam a segurança no trabalho? Tem mais alguma sugestão de medidas para reduzir o risco? Deixe um comentário aqui embaixo, contando pra gente. Ele pode salvar muitas vidas!