Segurança no almoxarifado: 5 dicas para prevenir perdas e roubos

agosto 4, 2016 4:24 pm Publicado por

Na necessidade de contar com diferentes fornecedores para as etapas de trabalho, muitos gestores encontram problemas para organizar e controlar os produtos na obra. Nessa situação, os furtos e perdas podem se tornar uma consequência frequente, trazendo prejuízos inesperados para toda a empresa. Saiba agora como evitar esses problemas em 5 dicas e otimize a segurança no almoxarifado!

1. Invista em um sistema de gestão

O controle manual da entrada e saída de produtos em obras já foi abolido por muitos gestores focados em garantir a segurança do estoque. Como uma alternativa mais limpa e eficiente do que o tradicional papel, os sistemas de gestão permitem a concentração de dados e informações importantes em um único local, facilitando o controle e visualização de diferentes processos.

O acesso ao sistema é muitas vezes controlado por senha, garantindo que somente os gestores e funcionários selecionados realizem a manipulação e alteração de dados do almoxarifado. Para muitas empresas, os softwares de gestão oferecem, além da precisão de dados, economia de tempo em funções administrativas para que o gestor foque em outras tarefas essenciais.

2. Mantenha o inventário em dia

O controle do estoque do almoxarifado deve ser realizado diariamente no canteiro de obras e registrado por meio de um inventário detalhado. Com esse cuidado, qualquer erro ou falta de produto é identificado rapidamente, garantindo tempo suficiente para que o gestor pense em soluções e minimize o custo. Para aumentar a eficiência desse processo, é importante definir horários específicos para esse trabalho e orientar os responsáveis para que executem tudo da maneira esperada.

3. Otimize o layout do almoxarifado

O espaço de armazenagem ou almoxarifado é um dos componentes mais importantes de uma obra, independentemente do tamanho dela. Por guardar o estoque de muitos produtos e equipamentos, pode-se dizer que ele também mantém uma boa parcela do investimento da empresa. Nesse sentido, é importante que o gestor envolva o espaço do almoxarifado no estudo e projeto de toda a logística da obra.

Na elaboração do layout, deve ser dada atenção especial para os diferentes acessos — entradas e saídas — a fim de garantir que estes tenham fácil visualização e possam ser controlados com eficiência. Se quiser aumentar a segurança no almoxarifado já projetado, o gestor não pode hesitar em fazer um novo planejamento para realocar os produtos e materiais com uma nova configuração.

4. Use câmeras de segurança no almoxarifado

Por mais atento que seja, um gestor nem sempre consegue, sozinho, observar cada movimento realizado na obra. Por este motivo, é importante que a empresa invista em sistemas de monitoramento inteligentes para a identificação rápida de problemas e ações suspeitas no almoxarifado.

Para garantir a proteção extra dos produtos e facilitar o trabalho dos responsáveis, as câmeras são os equipamentos ideais. Além da função de monitoramento e registro de imagem, a maioria desses instrumentos possui sensor de alarme, o que facilita a ação rápida para minimizar os prejuízos com um possível furto na obra.

5. Treine as equipes

Em um canteiro de obras, a quantidade de processos a serem organizados é bastante grande. Uma forma de diminuir o peso de trabalho dos gestores sem perder segurança é treinar as equipes de funcionários para que estes também se tornem responsáveis pela segurança no almoxarifado.

Nesse momento, é importante selecionar um número específico de profissionais para fazer a inspeção de tudo o que entra e sai do estoque, bem como orientá-los sobre o cuidado com produtos mais frágeis e materiais especiais. Tais cuidados são fundamentais para minimizar as perdas e evitar furtos dentro da obra.

E você, o que faz para evitar perdas e roubos no almoxarifado? Comente no post!